DECISÃO ZANDVOORT x AMBIENTALISTAS SERÁ SEXTA-FEIRA


por Ialdo Belo

O início das grandes reformas no circuito holandês está programado para a próxima segunda-feira, dia 4, mas antes disso os organizadores terão que vencer a última batalha contra os ambientalistas de plantão na Corte. Desta vez, eles querem a confirmação de que a promessa de que o nível de emissão de nitrogênio durante o GP de F1 ficará dentro dos padrões aceitáveis.

O grupo ativista é formado por moradores de Haarlem, cidade que fica entre Amsterdam e Zandvoort. Eles já perderam esta semana outra ação em que queriam a suspensão da corrida por "ameaçar o habitat" de duas espécies da região, um lagarto e um pássaro que vivem numa área de cerca de dois hectares junto ao circuito.

No veredito, o juiz afirmou que "não são espécies ameaçadas e que os benefícios financeiros que a realização da prova trará para a região é muito mais significativo."

A Holanda é um país notório por sua luta em defesa da ecologia. Nos anos 60 e 70 o direito dos ciclistas foi defendido ferozmente pela população e hoje esse meio de transporte é uma das características mais marcantes do país.  A bicicleta, aliás, está sendo arduamente recomendada para o deslocamento dos residentes de Amsterdam e outras cidades próximas que desejam comparecer ao autódromo a partir de 2020. A distância de 25 Km é considerada pequena para um povo  que pedala diariamente percursos até maiores.

Outra alternativa seria a utilização dos trens. O transporte de bicicletas dentro deles, do metrô e dos ônibus é algo rotineiro, mas ainda não temos informações sobre a viabilidade disso no final de semana do GP em função do alto número de pessoas que deverão utiliza-lo.

Seja como for, a possibilidade dos ambientalistas vencerem na sexta-feira é praticamente nula visto que além dos promotores estarem seguros de que a emissão do nitrogênio estará dentro dos padrões, também existe o já citado fator econômico citado pelo juiz e não se pode desprezar o impacto financeiro que um público de 300 mil pessoas proporcionará.



Comments