AS NOTÍCIAS DE HOJE VOCÊ LÊ PRIMEIRO AQUI


por Ialdo Belo

Horner: "Verstappen é o melhor piloto de Fórmula 1"

No último final de semana, o chefe da Red Bull, Christian Horner viu seu pupilo Max Verstappen conquistar a vitória no Red Bull Ring. O britânico está profundamente impressionado com seu principal piloto e o chama de o melhor piloto do momento, sem pensar.

Após o muito discutido Grande Prêmio da Áustria, Christian Horner pode pensar em 100 razões pelas quais a vitória de Max Verstappen estava entre as melhores da equipe.

"É claro que você tem sua corrida de maquiagens, depois que ele caiu para o oitavo no início. Há também a maneira como ele conseguiu manejar os pneus e a maneira como ele conseguiu poupar os freios. Ele novamente mostra como está relaxado ao volante nos dias de hoje."

"Nesse meio tempo, ele construiu um ótimo relacionamento com seu engenheiro, o que lhes permite ajustar constantemente o carro durante a corrida. É realmente um prazer ver Max Verstappen em ação dessa maneira. Sua performance na Áustria foi fabulosa. "

É clara a questão de saber se o holandês é o melhor piloto de Fórmula 1 aos olhos de Horner depois de um desempenho tão espetacular. Ele responde sem duvidar: "Eu tenho pensado por um tempo que temos o melhor piloto de Fórmula 1 com Max Verstappen."

Imprensa italiana reagiu com raiva após o emocionante GP da Áustria

Enquanto Mattia Binotto parabenizou Max Verstappen por sua vitória e aceitou a decisão dos comissários, ele deixou claro que a Ferrari não concordou que o piloto da Red Bull deveria ter escapado da penalidade por ter ultrapassado Charles Leclerc.

Ele citou o GP do Canadá, onde Sebastian Vettel perdeu sua vitória após uma penalidade de tempo controversa imposta após sua batalha com Lewis Hamilton.

"Ataque contra a Ferrari", disse La Gazzetta dello Sport após a corrida no Red Bull Ring.

"Depois do Canadá, Maranello é novamente prejudicada pelos comissários e a Fórmula 1 perde credibilidade.

"Ao mesmo tempo, as preocupações com o peso político da Ferrari após a morte de Sergio Marchionne aparecem", observou o influente diário esportivo.

O Corriere della Sera concordou: "Não é fácil aceitar essa decisão pelos comissários.

"Obviamente, só há direitos para os pilotos que atacam, e não há piedade para aqueles que defendem. Vettel no Canadá; Leclerc na Áustria."

La Stampa acrescentou: "Ferrari perde de novo, primeiro na pista e novamente na sala dos comissários".

Jos Verstappen, pai de Max, disse que pode entender a decepção de Charles Leclerc depois que o holandês Verstappen, de 21 anos, não foi penalizado por seu confronto.

"Mas acho que se a Fórmula 1 tivesse feito alguma coisa, todo mundo iria embora e não voltaria", disse Jos ao site oficial dos Verstappens.

O correspondente do Corriere della Sera, Giorgio Terruzzi, disse suspeitar que a FIA foi influenciada pelas circunstâncias da vitória altamente popular de Verstappen.

"Talvez houvesse muitos fãs holandeses ao redor do paddock, ou talvez porque aconteceu em uma pista de propriedade da Red Bull. Ou talvez haja algo misterioso acontecendo entre a FIA e a Ferrari", disse ele.

Umberto Zapelloni da La Gazzetta concordou: "A vitória de Max estava correta. Mas as regras não podem sempre e apenas punir a Ferrari!"

Outro jornalista italiano, Andrea Cremonisi, disse: "Depois que a revisão do GP do Canadá foi rejeitada, assim como o esforço para retornar aos pneus de 2018, foi o terceiro golpe para a Ferrari em dez dias".

A próxima geração de jovens pilotos da Red Bull parece pronta para entrar na Fórmula 1

Na equipe sênior de F1, a vitória na Áustria depois de uma corrida emocionante parece ter diminuído as dúvidas de que Max Verstappen poderia estar indo para a Mercedes.

"Eu pensei nisso por um tempo, mas agora eu tenho certeza: Max é o melhor piloto da Fórmula 1", declarou o chefe da equipe, Christian Horner.

Mas há sérias dúvidas sobre o lugar de Pierre Gasly ao lado dele, com o Dr. Helmut Marko chamando as apresentações recentes do francês de "inaceitáveis".

Daniil Kvyat parece o mais provável para entrar em seu lugar, elevando a perspectiva de um rebaixamento de Gasly para Toro Rosso, ou a sua expulsão do programa completamente.

Dois pilotos parecem prontos para preencher a vaga.

Um deles não será Dan Ticktum, já que o britânico perdeu não apenas seu assento na Super Formula, financiado pela Red Bull no Japão, mas também seu lugar no programa de desenvolvimento de bebidas energéticas.

O jornal Kurier na Áustria diz que Lucas Auer, o sobrinho de 24 anos da lenda Gerhard Berger, pode ser o beneficiário do espaço extra no programa Red Bull F1.

Auer terminou em terceiro na mais recente corrida em Sugo, estabelecendo também a volta mais rápida.

Kurier disse que outro bom resultado em Fuji daqui a duas semanas poderia levá-lo rumo à Fórmula 1, mas Auer alertou: "Pode parecer diferente depois da próxima corrida".

O jornal acha que outro júnior da Red Bull, o mexicano de 20 anos, Patricio O'Ward, poderia na verdade ser o preferido entre os jovens em ascensão.

Ele fez sua estréia na Fórmula 2 na Áustria, tendo ingressado no programa Red Bull somente em maio. O'Ward agora substituirá Ticktum, dispensado no Japão, tendo até agora também corrido em 2019 na Indycar.

Tem Enzo neste final de semana

Enzo Fittipaldi disputará no próximo final de semana mais uma etapa da F-3 Regional europeia, onde é o vice-líder. A prova também contará com outro talentoso brasileiro, que infelizmente não está podendo mostrar todo o seu potencial por estar numa equipe menor.

A corrida será em Hungaroring e a expectativa é de mais um grande desempenho do fabuloso jovem Fittipaldi, com a torcida de todos nós para Igor Fraga também.


Verstappen x Leclerc não é de hoje

Assista neste vídeo do YouTube, indicação do sempre atento jornalista Lito Cavalcanti, que por sua vez a recebeu da lenda Carlo Gancia, que a disputa Max Verstappen versus Charles Leclerc é coisa antiga... Aqui o pega que ocorreu ainda nos tempos do kart, na WSK Euro Series em 2012.
Vale a pena cada segundo.
https://www.youtube.com/watch?v=L42H4vkbHYc&t=29s


Comments