POR QUE TIRAR A F1 DE INTERLAGOS?


por Roberto Zullino
presidente da Fórmula Vee Brasil

Parabéns a todos, tivemos uma vitória hoje confirmada pela mídia. O prefeito mandou arquivar o PL 705 que vendia o terreno, desafetado ainda por cima, ou seja, o novo dono faria o que quisesse.

O arquivamento do PL 705 foi a obra magna do Berti e do Sgarbi, da Comissão Interlagos Hoje, com seu trabalho de formiguinha junto ao Gabinete do Prefeito e junto a todos os vereadores que foram esclarecidos e de certa forma catequizados.

O Termo de Convênio entre a Prefeitura de São Paulo e a Interpub, começa na Página 14 deste link: https://www.formulai.us/…/o-gp-brasil-de-f1-ja-tem-dono.html.

Nesse Convênio não é especificada a Taxa de Realização do GP que deve ser objeto de uma “sideletter” confidencial que nem aparece nas informações obrigatórias de Transparência da Administração da Prefeitura conforme manda a Lei. Calculo que a Prefeitura pague à Interpub uns US$ 30 milhões como Taxa de Realização do GP.

Alguém acha que o Tamas (Bernie?) vai ser doido em mudar o jogo onde está ganhando há anos e assinar com a prefeitura do Rio que além de falida, só faz roubalheira e não paga ninguém? O Estado é pior e está mais falido ainda.

Mesmo a Liberty, que não tem nada com isso, não faria essa loucura de trocar seis por zero. Só se o Bolsonaro pagar os US$ 30 milhões usando verba federal. Pelo que conheço do Governo Federal, paga o primeiro ano e dá calote depois. As pressões por dinheiro são enormes e vai ser difícil justificar pagamento para corridas quando saúde, educação, previdência e infraestrutura estão sucateadas.

Podem notar que o Convênio é com a Interpub e nada cita sobre a atual dona da FOM que é a Liberty. A explicação é simples. O Bernie concedeu à Interpub do Tamas (ou seja, a ele mesmo) o direito de promover os GPs do Brasil e Hungria.

A Liberty quando comprou a FOM aceitou esse arranjo porque o Bernie nunca foi bobo e deve ter feito um contrato leonino onde a Liberty para se livrar dele teria que pagar uma multa astronômica. Não devemos esquecer que a FOM quando era do Bernie ganhou o direito dado pelo então presidente da FIA por 100 anos. Devem restar ainda uns 80 anos dos Direitos da FOM concedidos pelo Mosley e aposto que esse é o prazo que a Interpub tem para ser a promotora do GP do Brasil.

A rigor nada temos com isso, mas não acredito que o Bernie troque São Paulo que tem dinheiro pelos caloteiros do Rio de Janeiro que roubam tudo na cara dura.

A Prefeitura paulistana deve dar umas canseiras para pagar, mas acaba pagando. Seria trocar o certo pelo duvidoso. Como o Covas e o Doria já manifestaram e estão manifestando agora na TV o interesse de SP pelo GP, vão acabar renovando o contrato.

O decreto solicitando o arquivamento

DE OLHO NOS PRÓXIMOS PASSOS

Continuamos na luta, pois temos que ver como será esse processo de Concessão para a Iniciativa Privada. Pessoalmente, acho que por pior que seja o Concessionário não será pior que a SPTuris que destruiu o Automobilismo Paulista, mas é bom ficarmos atentos.

Se olharem o Convênio, irão reparar que a Interpub tem 30 dias para montar o circo e 15 dias para desmontar e ir embora. São 45 dias e não cinco meses, ou uns 40% do espaço anual.

A prefeitura é que todos os anos fica inventando obras inúteis que demoram cinco meses nos deixando na miséria. Tudo para encher o bolso dos políticos de dinheiro roubado nas obras.

O grande gasto é em obras provisórias que já deviam ser perenizadas depois de tantos anos a partir de 1990. No final, o que vemos quando voltamos é que as arquibancadas se foram, trocaram três torneiras, uns cinco vidros e dada uma mão de cal. Gastar todos os anos de R$ 20 a 30 milhões para isso? A quem querem enganar? Nos acham uns retardados que não percebemos o que acontece? Em todo caso com a Concessão essa bacanal deve acabar.

O menor tempo de uso pela Formula 1 que passaria a ocupar 20 finais de semana contra os 40 que ocupa hoje, vai dar mais 20 finais de semana adicionais e isso dá para fazer um monte de eventos como shows tipo o Lolapalloza que paga bem.

Se tivermos mais shows, o concessionário ganha mais e nós pagaremos menos porque os shows pagarão as contas. Por isso é importante influirmos no Contrato de Concessão para mantermos nossos privilégios de ATIVIDADE ESPORTIVA pagando menos, pois somos a razão de ser de Interlagos.

Se o concessionário ganhar em shows e eventos não virá nos encher o saco, pois nós que damos ao equipamento glamour e o marketing ligado a esporte a motor.

Também temos que ser espertos e mudar a maneira de organizar as corridas. Hoje, alugamos a área toda sem precisar.

Podemos dividir o espaço com o Concessionário que poderá nos cobrar mais barato ainda, porque terá espaço para o Concessionário fazer eventos de Feiras de Automóveis novos e antigos, feiras de peças de badulaques e mais uma série de eventos usando a área que não usamos.



Comments