UMA VOLTA PELAS NOTÍCIAS DA F1 NO MUNDO


por Ialdo Belo - com o melhor da mídia internacional

Estreia hoje a coluna diária Giro più Veloce, que significa "volta mais rápida" em italiano. Nosso objetivo é trazer um apanhado do que está sendo notícia sobre a F1 nas mais respeitadas publicações automobilísticas do mundo como Autosport, Autosprint, Auto Motor und Sport e tantas outras, adaptando-as para um formato ágil, mas mantendo a essência e em português.

Ao ler a Giro più Veloce, você terá um panorama completo, não precisando buscar nada mais em nenhum lugar.

Continuaremos, também, com nossas análises mais aprofundadas através das colunas dos nossos colaboradores Karina Lima, Roberto Zullino, Wagner Gonzalez e o podcast Rádio Paddock, com Lito Cavalcanti e Cassio Politi.

Acreditamos que desta forma você terá a opção de uma leitura rápida e bem informativa ou, com mais tempo disponível, se estender, também, através das colunas e podcast.

Boa leitura e audição!

TESTES NO BAHREIN - ÚLTIMO DIA

Hoje será realizado no circuito de Sakhir o segundo e último dia de testes. Ontem tivemos algumas supresas como a chuva e as não programadas participações de Pietro Fittipaldi e Alex Albon. Em função disso, é possível que a lista apresentada abaixo traga algumas modificações de última hora.
Estaremos acompanhando o desenrolar dos testes e publicaremos no final uma análise do desempenho de pilotos e equipes que, em princípio, são os seguintes:


O teste dura das 9:00 às 18:00. Hora do Bahrein.
 no Brasil são seis horas mais cedo do que no estado deserto.

DESPACITO

Mick Schumacher diz que ainda não está com pressa de avançar para a F1.
Isso apesar do fato de o filho de 20 anos de idade da lenda da F1 Michael Schumacher ter feito sua estreia no teste de F1 pela Ferrari no Bahrein na terça-feira.
Apenas Max Verstappen foi mais rápido no Red Bull.
Quando perguntado se ele tentou deliberadamente ser mais rápido do que Schumacher, o holandês Verstappen disse: "Não, eu trabalhei no programa que foi planejado pela equipe".
Hoje, Schumacher testará o Alfa Romeo.
Schumacher é fortemente apoiado pela Ferrari, por quem seu pai venceu cinco campeonatos mundiais e gerenciado por Nicolas Todt, filho do presidente da FIA, Jean Todt.
"Eles não são ruins, são?" Todt disse no Bahrein quando perguntado sobre Charles Leclerc, outro de seus pilotos, e Schumacher.
Mas Schumacher disse que, apesar dos testes, e em meio à imprensa italiana que ele seria o substituto ideal para Sebastian Vettel, ele não está com pressa de subir para a F1.
"É a minha primeira temporada na Fórmula 2 e quero ir para a Fórmula 1 totalmente preparado como piloto. Só o tempo dirá quando eu estiver pronto, seja no próximo ano ou em outro ano.

SERÁ?
Fernando Alonso repetiu sua afirmação de que não está planejando voltar à F1.
No entanto, desde que o espanhol deixou o esporte em novembro passado, ele também não descartou um retorno.
No Bahrein, depois de apenas quatro meses de intervalo do cockpit de F1, Alonso estava de volta ao volante de um McLaren na terça-feira para o teste pós-grand prix.
"A equipe deu um passo à frente em todas as áreas", disse ele depois.
"O motor também é melhor, então acho que com este carro é possível que a McLaren seja a líder do grupo intermediário de equipes."
O bicampeão Alonso, no entanto, negou que o teste seja o primeiro passo para um retorno em 2020.
"Se eu voltar à Fórmula 1, o que duvido porque tomei uma firme decisão de completar este estágio da minha carreira, será só se eu tiver a oportunidade de lutar pelo campeonato mundial.
POUCA FÉ
O ex-piloto de Fórmula 1 Jan Lammers acredita que Mick Schumacher mostrou até agora que não tem o impacto meteórico com o qual pilotos como Leclerc e Max Verstappen subiram para o grid.
"Há aqueles que causam uma impressão imediata e aqueles que demoram um pouco mais", disse ele ao jornal Algemeen Dagblad.
"Ele precisa de um pouco mais de tempo do que Max Verstappen, que foi o campeão mundial não-qualificado em termos de direção nos últimos quatro anos, exceto nos resultados.
"O carro é muito importante e Schumacher já estar dirigindo uma Ferrari ajuda", acrescentou Lammers.
Outro especialista em F1, o experiente comentarista holandês Olav Mol, ainda está para ser surpreendido por Schumacher.
"Eu ainda tenho que pensar 'Uau'. Eu vejo um jovem que ainda tem um caminho a percorrer", disse ele.
Ao mesmo tempo, ele disse que Schumacher obviamente tem talento.
"A Ferrari não iria buscá-lo apenas por causa de seu sobrenome, o nome por si só não vai conseguir", acrescentou Mol.
"Mas até hoje, eu o achei mediano em todas as classes anteriores. Cabe a ele provar que estou errado, mas ele tem tempo suficiente", disse ele.

VICE  É NADA
"A Ferrari viveu em 2018 o melhor ano nos últimos dez anos, embora infelizmente não tenha sido suficiente para vencer o campeonato – afirmou John Elkann. O fundador Enzo Ferrari foi muito claro quando disse: 'ninguém se lembra de quem vem em segundo lugar. 
Este pensamento continuará a definir o nível de nossas ambições esportivas. “
via Gazetta dello Sport
TÁ NA HORA

Se dependesse da Red Bull, Dan Ticktum, de 19 anos de idade, poderia ter feito seu teste de estreia oito meses atrás, durante o segundo teste na temporada 2018 em Hungaroring. A FIA, no entanto, colocou um fim nisso: Ticktum não tinha pontos de licença suficientes ou experiência na classe júnior da Fórmula 1, a Fórmula 2.
Depois de terminar em segundo lugar no campeonato de Fórmula 3 de 2018 e mais uma vez vencer a prestigiada Taça do Mundo F3 nas ruas de Macau, Dan Ticktum dispõe agora de pontos de licença suficientes para participar num teste de Fórmula 1.
E agora chegou a hora de mostrar ao que veio a bordo do RBR RB15, nesta quarta-feira no Bahrein.
Ticktum foi impressionante no noticiário várias vezes durante sua curta carreira no automobilismo. Ele venceu duas vezes a corrida de Macau da F3, mas também foi irônico ao chamar de "muito marcante" no final do ano passado a arrancada de Mick Schumacher para o título da F3.
PESADELO
O duelo entre os campeões mundiais foi outra prova para o ex-piloto da Red Bull, Vitantonio Liuzzi, que Vettel tem medo de Hamilton. "Quando Hamilton aparece em Vettel seus espelhos, algo parece dar errado com Vettel. Hamilton provou ser o grande medo do alemão novamente no último domingo. Ele ficou preso nos erros que ele fez na temporada passada e também será uma temporada difícil para Vettel ".
O ex-companheiro de equipe de Robert Doornbos também olhou com admiração para as atuações do companheiro de equipe de Vettel, Charles Leclerc: "Devo dizer que não estou surpreso com o desempenho de Charles. Está claro para mim há muito tempo que ele é um talento muito. Gostei de sua performance neste fim de semana. "
"Quem me surpreendeu no Bahrein foi Lando Norris. Ele realmente fez uma corrida perfeita e estou curioso para ver se ele pode continuar nesse ritmo durante o resto da temporada", disse Liuzzi à italiana Autosprint.
RÁDIO PADDOCK

Hoje, a partir das 11 horas, mais uma edição do podcast Rádio Paddock, com apresentação de Lito Cavalcanti e Cassio Politi.
No programa de hoje, Lito dá uma verdadeira aula sobre o funcionamento das unidades de potência que equipam os carros da F1 e explica com riqueza de detalhes o problema que ocorreu com a Ferrari e que acabou com os sonhos de uma possível vitória do jovem monegasco Charles Leclerc. Simplesmente imperdível! Basta clicar no link abaixo:



Comments