RUSSEL CRAVA MELHOR TEMPO COM MERCEDES NO BAHREIN


por Ialdo Belo - via René Oudman, RacingNews365.nl

Durante o fim-de-semana do Grande Prêmio, George Russell teve de se contentar com o carro menos competitivo da Williams, e durante o segundo e último dia de testes no circuito internacional do Bahrein, o britânico de 21 anos foi autorizado a pilotar com uma Mercedes. Russell, na sua condição de Mercedes Junior, registrou o melhor tempo do dia.

Onde Russell não conseguiu mais do que uma décima nona posição com sua Williams no modo classificatório no último sábado - ele marcou 1.31.759 - o atual campeão da Fórmula 2 foi mais rápido que todos os outros nesta quarta-feira. Eventualmente, o piloto de testes da Mercedes trouxe um 1.29.029 nos relógios.
Bem, durante os dias de testes na temporada há um foco no comportamento dos carros novos, já que o tempo disponível para treinos em 2019 é muito limitado. Sergio Perez foi capaz de dar ao seu Racing Point a quilometragem necessária para terminar o dia em segundo, apenas alguns centésimos de Russell. A propósito, o mexicano foi o único que conseguiu ir significativamente mais rápido do que durante o fim de semana do GP. Perez ganhou nada menos que sete décimos do que no último sábado.

Mick Schumacher guiou pela Ferrari na terça-feira e hoje o alemão de 20 anos estava dirigindo um carro da Alfa Romeo Racing . A pouco menos de um segundo da  primeira posição de Russell, o piloto da F2 marcou o sexto tempo. Daniel Ticktum, que foi autorizado a completar suas primeiras voltas em um carro de Fórmula 1 atual, graças à Red Bull Racing, alcançou o nono lugar. Para Ticktum, era principalmente uma questão de completar o maior número possível de voltas, uma tarefa na qual o britânico de 19 anos conseguiu passar com distinção.

Uma legião de pilotos de testes guiaram os carros de F1 no segundo dia e último dia no Bahrein: além de Schumacher e Ticktum, Jack Aitken (Renault), Nicholas Latifi (Williams), Pietro Fittipaldi (Haas) e Fernando Alonso (McLaren) também participaram. Alonso novamente conduziu um teste de pneus da Pirelli, que também realizou testes com o piloto da Toro Rosso, Daniil Kvyat.

RESULTADO FINAL DO ÚLTIMO DIA DE TESTES NO BAHREIN

1. G. Russell Mercedes 1.29.029      101 voltas

2. S. Perez Racing Point 1.29.095      61 voltas

3. S. Vettel Ferrari 1.29.319      103 voltas

4. C. Sainz McLaren 1.29.765      28 voltas

5. D. Kvyat Toro Rosso (Pirelli) 1.29.911      111voltas

6. M. Schumacher Alfa Romeo 1.29.998      70 voltas

7. A. Albon Toro Rosso 1.30.037      143 voltas

8. L. Stroll Racing Point 1.30.049      35 voltas

9. D. Ticktum Red Bull 1.30.856      135 voltas

10. R. Grosjean Hass 1.30.903      87 voltas

11. F. Alonso McLaren (Pirelli) 1.31.006      69 voltas

12. P. Fittipaldi Haas 1.31.209      48 voltas

13. L. Norris McLaren 1.31.303      72 voltas

14. J. Aitken Renault 1.31.500      103 voltas

15. N. Latifi Williams 1.32.198      100 voltas

16. C. Sainz McLaren (Pirelli) 1.32.269      60 voltas


Nota editorial: o leitor atento verá o nome de Carlos Sainz duas vezes na lista de tempos - isso mesmo, ele dividiu um McLaren com Lando Norris e um teste da Pirelli com a  McLaren Fernando Alonso.

Comments

  1. Que susto quando li alí M Schumacher hehehehe :)

    ReplyDelete
    Replies
    1. Dá até vontade de que seja o pai, né, Danilo?

      Delete

Post a Comment