URGENTE! MORRE CHARLIE WHITING


por Ialdo Belo e Sergio Milani

Acaba de ser divulgada a notícia de que o britânico Charlie Whiting, diretor de Provas da F1 faleceu na Austrália, Wihting sofreu uma embolia pulmonar.
O provável substituto já na corrida desse final de semana sera Jo Bauer, hoje responsável pelo escrutínio técnico.

UPDATE : A FIA anunciou  que o australiano Michael Masi assumirá o posto de Charlie Whiting para o GP da Australia. Masi já ocupou o mesmo posto na Supercars (algo equivalente à nossa Stock.) e tambem atuou em GPs com o proprio Whiting. Alem disso, ele ja assumiria o papel de diretor de provas da F2 e F3 este ano.

Whiting iniciou na F1 ainda nos anos 70. Antes, seu primeiro trabalho foi ajudar seu irmão Nick a preparar carros e reunir carros perto do circuito de corridas Brands Hatch, na Inglaterra. Em meados dos anos setenta, os irmãos dirigiam um Surtees na série britânica F5000 de 1976 para Divina Galica. Para a temporada de 1977, Whiting ingressou na Hesketh Racing em Easton Neston, perto de Silverstone. Após o desaparecimento da equipe, ele se juntou à equipe Brabham de Bernie Ecclestone em Weybridge, onde permaneceria pela década seguinte, tornando-se chefe mecânico do sucesso de Nelson Piquet no Campeonato Mundial de Pilotos em 1981 e 1983 e depois se tornando engenheiro-chefe. Nick passou a abrir a loja de peças de reposição All Car Equipe, em Wrotham, Kent, a cinco quilômetros do circuito de Brands Hatch. Nick foi assassinado em 1990, seu corpo encontrado em Rainham Marshes em Essex, um mês após seu desaparecimento.

Em 1988, Whiting tornou-se Delegado Técnico da FIA para a Fórmula 1 e em 1997 foi nomeado Diretor da FIA e Delegado de Segurança.

Comments

Post a Comment