terça-feira, 5 de setembro de 2017

O QUE VOCÊ APRENDEU ERRADO SOBRE A F1


por Ialdo Belo

Uma mentira contada muitas vezes pode acabar virando uma "verdade". Pelo menos é essa impressão que fica quando vemos erros crassos serem repetidos e repetidos sem ninguém contestar. É a desinformação tomando conta através da mídia, das redes sociais e das conversas entre amigos.
Aqui vão as informações incontestavelmente corretas:

1 - NÃO EXISTE "TREINO" CLASSIFICATÓRIO - Um final de semana de GP é composto das seguintes atividades na pista: treino livre 1, treino livre 2, treino livre 3, sessão de classificação e corrida. Os treinos livres 1, 2 e 3 são exatamente isso, treinos. Neles, os pilotos e equipes vão treinando ajustes e configurações para melhorar o desempenho do carro. O resultado final desses treinos não interferem em nada, em termos de tempos marcados, para a disputa da prova. Já a sessão classificatória (qualifying, em inglês) é uma disputa por posições que definirão o grid de largada, Ou seja, os pilotos não estão treinando, a coisa é pra valer! Portanto, anote o termo certo: SESSÃO CLASSIFICATÓRIA OU SESSÃO DE CLASSIFICAÇÃO.

2 - FLOW-VIZ NÃO É TINTA - Talvez você não esteja ligando o nome ao produto, mas flow-viz é aquela substância verde-limão geralmente usada nos carros da F1 nos treinos livres. Erroneamente chamada de "tinta", o flow-viz na realidade é um composto químico utiizado pelas equipes para mensurar a aerodinâmica, demonstrando pela maneira como se "espalha" onde é aplicado onde é preciso realizar ajustes aerodinâmicos.

3 - NÃO EXISTE RETA CURVA - Um verdadeiro desafio às leis da Física, a "reta curva" é tão absurda que deveriam cortar a língua ou os dedos de quem fala ou escreve essa sandice! O correto seria chamar de "curva suave" ou "curva de alta velocidade"!

4 - VOANDO BAIXO? - Um F1 é exatamente o oposto de um avião. Enquanto a máquina inventada pelos irmão Wright (sim, não foi Santos Dumont) tem por objetivo sair do chão, na F1 se usa a tecnologa inversa, ou seja: o carro tem que ficar o mais grudado possível no solo! Um carro que "voasse baixo" certamente mataria seu condutor.

5 - PIQUET E SENNA NÃO SÃO "TRI" CAMPEÕES - Essa é a pior de todas! O uso dos prefixos numéricos bi, tri, tetra ou qualquer outro só é permitido no caso da conquista ser consecutiva! Vamos à origem desse anacronismo: em 1958, a seleção brasileira de futebol foi campeã da Copa do Mundo. Em 1962, portanto na Copa seguinte, repetiu o feito e se tornou bicampeã. Justo, correto. Aí, o próximo desafio seria na Copa de 1966 e começou um oba-oba na mídia de que a seleção seria tricampeã. Como todos sabem, isso não aconteceu. Para "compensar" a frustração, adiaram o "tri" para a Copa seguinte, no México, onde realmente o Brasil conquistou seu terceiro título mundial, mas não o "tri"! Daí vieram todas as formas de absurdos como Ronaldo Nazário é "pentacampeão". Como, se ele conquistou apenas UM título? Mas, vocês sabem, brasileiro não desiste nunca e expandiu os absurdos futebolísticos para a F1 e assim Schumacher virou "hepta", Prost "tetra", Fangio "penta" e por aí vai... Essa sandice só existe no Brasil, claro, como se usar o termo correto fosse desmerecer as conquistas dos pilotos! Então, vamos ao que é certo: Schumacher é sete vezes campeão do mundo, sendo bicampeão e pentacampeão. Vettel é tetracampeão. Fangio idem, mas com cinco títulos conquistados. Hamilton, Senna e Piquet são donos de três títulos mundiais cada um.

E você? Tem mais algum absurdo para relatar? Poste nos comentários.


11 comentários:

  1. Quem fez o primeiro voo e portanto inventou o avião foi sim Santos Dumont, para o desespero de americanos e seus fas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Rodolfo Passos,
      Apesar do que ensinam no Brasil, este é um fato histórico comprovado.
      Se você puder dar uma pesquisada, verá que o próprio Santos Dumont reconheceu à época que o avião foi inventado e patenteado pelos irmãos Wright. Santos o aperfeiçou com brilhantismo e esse foi seu grande e louvável feito.

      Excluir
  2. Respostas
    1. sim, você está certo. Errei, mas já corrigi.
      Obrigado, Sergio!

      Excluir
  3. Os irmãos Wright inventaram o estilingue e não o avião. Santos Dumont fez o primeiro avião de fato, que conseguia contornar, fazer curvas.
    A "expressão" voando baixo, significa que a pessoa está andando forte.
    A "expressão" reta na curva, significa que é como se você tentasse o máximo pra contornar aquela curva como se fosse uma reta, quem tem um pouquinho de noção de pilotagem sabe o que estou falando.
    Agora essa de bi, tri, tetra... Não sei de fato, mas eu queria saber a fonte dessa sua afirmação pra eu poder me manter a parte desse assunto.
    Esse artigo é um tanto quanto desconexo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A informação sobre prefixos numéricos está em todos os dicionários de português, inclusive no Aurélio, Marcos.

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Críticas eu posso aceitar. Palavrões, não!

      Excluir
  5. muito bacana ai pelo artigo sou brasileiro e realmente nao gosto de desmerecer nossos grandes feitos, mais concordo com o artigo
    realmente santos dumont não criou o avião isso e um erro histórico
    para o nosso lado kkkk, esta corretístico a muito ditos populares
    não quer disser que esteja errados, porque mesmo sem muita consciência as pessoas entende que em uma curva pouca atenuada seja um reta curva, mais um bom artigo muito legal!!

    ResponderExcluir