segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

SCHUMACHER À ESPERA DE UM MILAGRE


por Ialdo Belo

Acabamos de ser informados por fonte segura de que o estado de saúde de Michael Schumacher é muito, muito mais grave do que vem sendo divulgado. Neste momento, já foram efetuados todos os procedimentos médicos para salvar sua vida. Ainda assim, fomos informados de que se forem calculadas em termos percentuais, as chances de sobrevivência do maior vencedor da F1 em todos os tempos estão na casa dos 20% e a de sofrer sequelas quase em 100%. Em termos comparativos, os traumas neurológicos sofridos por Michael são bem maiores dos que os que vitimaram a piloto Maria de Villota.
Três fatores contribuem a favor de Schumacher: o fato de estar usando um capacete no momento do acidente; o rápido atendimento e por fim, a sua excelente forma física. Contra o campeão pesa obviamente a violéncia do impacto e a velocidade no momento do choque contra a pedra, o que fez com que seu cérebro chacoalhase como uma gelatina. O uso do capacete, entretanto, evitou uma fratura do crânio com possível perda de massa encefálica, o que certamente teria causado morte imediata.
Schumacher se acidentou quando junto com um grupo de esquiadores, entre eles seu filho Miki, resolveu se aventurar por uma trilha não marcada.
Embora só tenha aprendido a esquiar em 1996, o alemão se tornou exímio no esporte e a sua paixão pela velocidade e pelo risco o levaram a se tornar cada vez mais ousado.
Ao chegar ao hospital, Michael precisou ser reanimado antes de entrar na cirurgia de emergência realizada para eliminar hematomas. No entanto, os médicos se depararam com um quadro muito pior do que se supunha e os prognósticos sobre sua sobrevivência estão sendo feitos na base do hora-a-hora, sem ninguém arriscar um palpite além disso.
Para os que tem fé, nós do Formula i pedimos que se faça uma corrente de oração por um milagre e nos solidarizamos com Corinna, filhos, pais e demais membros da família Schumacher neste momento desesperador.


Nenhum comentário:

Postar um comentário